‘Cercear liberdade de expressão seria retrocesso’ diz, Laudo Sorrilha

Em plena época de liberdade de expressão, rapidez na informação, internet, seria deselegante e retroceder aos tempos da ditadura. Esta é afirmação é do vereador com relação a justificativa ao voto contrario a moção de pesar ao pregador  Ironi Spuldário da Canção Nova. Segundo o parlamentar se faz necessário aceitar os resultados das urnas, mas,  resolve cercear o trabalho da Imprensa, divulgação de opiniões contrarias é retrocesso.

Já com relação ao resultado das eleições no Estado o vereador lembrou que Maracaju acertou em eleger um filho da terra, alguém que vai estar comprometido com as prioridades e as demandas de Maracaju.

O vereador citou Maracaju novamente 100% asfaltada, segurança pública com a retirada do presídio do centro da cidade, como a prioridade do governador eleito Reinaldo Azambuja é saúde, o município vai ganhar e muito com novos investimentos no setor.

Comments are closed.